Índice
Página inicial

Introdução ao SPSS

Estatística descritiva

Teorema do Limite Central

Distribuição Normal

Distribuição t-student

Teste t para diferenças de médias

Analise de variância

Correlação e regressão

Tabelas de contingência

Testes não paramétricos

Estatística descritiva

Introdução

Iniciando o SPSS

Interfaces do SPSS

Abrir e gravar uma base de dados

Criar uma base de dados

Recodificação de variáveis

Selecção de subgrupos

Edição de tabelas e gráficos

Introdução ao SPSS

Interfaces do SPSS  
 
 

O SPSS para além de permitir o uso do rato, apresenta outro tipo de interfaces como por exemplo: janelas, barras de ferramentas, barras de estado e caixas de diálogo, que tornam ainda mais acessível a sua utilização.
 

As janelas de uso mais frequente são:
 

  • A janela de edição (SPSS Data Editor), mostra o conteúdo de uma base de dados, e permite criar novas bases de dados ou modificá-las. A figura 3 mostra a janela de edição juntamente com a base de dados “Alcohol.sav”.
  • A janela de comandos (SPSS Sintax Editor), mostra os comandos correspondentes às operações efectuadas entre ficheiros ou dados. Pode gerar comandos a partir das caixas de diálogo e gravá-los num ficheiro para uso em sessões subsequentes. A figura 4 mostra a janela de comandos.
  • A janela de resultados (SPSS Viewer ou Output), mostra os resultados automaticamente sempre que executarmos um procedimento de análise. A figura 5 mostra uma tabela de frequências.
  • A janela de Script é uma janela de programação que permite personalizar e automatizar tarefas do SPSS. Não é dado ênfase a esta janela no âmbito deste curso.
Cada janela do SPSS tem a sua barra de menus com as suas próprias opções, disponíveis no cimo de cada janela do SPSS. Os menus Statistics e Graphs estão disponíveis em todas as janelas, tornando então mais fácil produzir novos resultados sem ter de trocar de janela. A figura 6 mostra a barra de menus da janela de edição.

Cada janela do SPSS tem a sua barra de ferramentas que proporciona rápido acesso às tarefas mais comuns. A figura 7 mostra os componentes básicos de uma barra de ferramentas. Se colocar o ponteiro do rato sobre o botão de uma ferramenta, aparece uma breve descrição da ferramenta.   Estas barras encontram-se disponíveis sob as barras de menus de cada uma das janelas do SPSS.

A barra de estado situa-se no fundo de cada janela do SPSS, disponibilizando informação sobre o estado actual das tarefas executadas no momento. A figura 8 mostra a barra de estado da janela de edição.

A maioria das selecções feitas em menus geram uma caixa de diálogo. Estas caixas de diálogo servem para seleccionar variáveis e opções de análise. A figura 9 mostra os componentes básicos de uma caixa de diálogo. O exemplo1 mostra como seleccionar uma variável para análise.
 
Na janela de comandos (SPSS Sintax Editor), pode observar os comandos gerados por uma caixa de diálogo, quando se clica no botão Paste da mesma caixa de diálogo. Todos os comandos terminam com '.', seguindo-se então um novo comando.
Para executar um determinado comando, posiciona-se o cursor no ínicio desse comando, e mantêm-se pressionado o botão esquerdo do rato. De seguida arrasta-se o ponteiro do rato de modo a seleccionar o respectivo comando. O resultado desta operação é apresentado na figura 10.